A máquina de Bioeletrografia que possibilita a visão de energia do nosso corpo foi inventada por um engenheiro, em 1939, na Rússia. No Brasil o Professor de Física, Newton Milhomens em 1967, em Brasília (DF), fabricou sua primeira Máquina Kirlian, a partir de um esquema soviético, iniciando suas pesquisas científicas em Clínicas Psicológicas e, posteriormente, em Hospitais, a partir de 1968. Mudando-se para o Rio de Janeiro (RJ), em 1981, aí continuou suas pesquisas. Atualmente, sua esposa Selma Milhomens ministra cursos em Curitiba (PR).
Qualidade de Vida

O Ser Humano da nova era rompeu com o ritmo de vida imposto pela nossa época e suas consequentes doenças e desequilíbrios.
A doença nada mais é do que a falta de equilíbrio entre o físico e o psíquico, ela é fruto do conceito fragmentado que temos de nós mesmos, de nossa falta de autoconhecimento e de nossos medos. E quando esses sentimentos negativos chegam a um nível patológico as doenças somatizam no corpo físico, numa tentativa de fazer o indivíduo olhar para a consciência da área afetada e assim acessar o despertar necessário para trazer o equilíbrio aos órgãos, endócrinas ou partes do corpo que estejam acometidas.

Para alcançarmos a qualidade em nossas vidas precisamos:
• Do auto-conhecimento
• Do equilíbrio psico-físico.

Uma Bioeletrografia ou, ainda, um Bioeletrograma antiga FotoKirlian, nada mais é do que a fotografia da ionização dos gases e/ou vapores exalados pelo corpo, através dos poros da pele.

As cores e as estruturas geométricas retratadas no halo energético que nos envolvem indicam estruturas que podem nos levar a diagnosticar problemas de saúde orgânica e/ou psíquica.

Essa energia é fruto do movimento de nossas células, da construção e destruição constante dos componentes de nosso corpo.

O que revela?

• Conflitos emocionais
• Stress/Fadiga
• Depressão
• Fobias
• Inflamações
• Infecções
• Estados degenerativos
• Intoxicações
Paranormalidade, entre outros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário